Sanep inspeciona rede de esgoto no Laranjal

O serviço visa identificar irregularidades que podem comprometer o funcionamento da estrutura

23/01/2024 | 05:01:33


Com o intuito de detectar possíveis irregularidades no sistema de esgotamento sanitário do Laranjal, o Sanep deu início à operação com equipamento robótico para inspecionar as tubulações de esgoto na avenida Espírito Santo e em ruas como São José do Norte e São Borja. O serviço, que se estenderá ao longo dos próximos dias, busca identificar interferências que podem comprometer o funcionamento da estrutura e sobrecarregar a rede, ocasionando uma série de complicações, como o transbordamento do esgoto em períodos chuvosos. 

A operação é realizada com equipamento robótico A-200 para identificar possíveis irregularidades na tubulação. Fotos: Luana Medeiros 

De acordo com a diretora-presidente do Sanep, Michele Alsina, o trabalho possibilita avaliar os trechos de difícil acesso, agilizando o processo e reduzindo o impacto dos serviços de manutenção. 

“Buscamos uma alternativa que une tecnologia e eficiência para otimizar o trabalho das equipes. A partir do diagnóstico preciso obtido com o equipamento, será possível identificar inconformidades na tubulação e fazer os devidos reparos e intervenções na rede", salientou.

A inspeção é conduzida pelo equipamento robótico A-200, equipado com câmera Full HD e iluminação LED, permitindo a captura de imagens detalhadas do estado interno das tubulações. O equipamento à prova d'água é operado remotamente e tem capacidade total de submersão, suportando profundidades de até 50 metros. 

O serviço é executado pela Orion, empresa contratada pelo Sanep para inspecionar aproximadamente 1,3 mil metros de tubulação, visando identificar possíveis anomalias no sistema da área investigada. O Departamento de Esgoto (Depe) do Sanep realiza as desobstruções de rotina nas tubulações com o caminhão hidrojato, possibilitando o acesso do equipamento às redes de esgoto.


Tags

Sanep, Esgotamento sanitário, Tecnologia, Laranjal, Sanep, Esgotamento sanitário, Tecnologia, Laranjal